Reunião de Pais

Bom dia!

Informo que na 6ºfeira dia 19/1/2006 às 17 horas na Junta de Freguesia de São José situada na Calçada Moinho de Vento nº 3 (perto do Infantário Santana) vai realizar-se uma reunião com os pais de todas as IPSS da Fundação D.Pedro IV.

Agradeço desde já a vossa presença

Sílvia Guerra
(Mãe Ânia – sala de 1ano Santana)

About these ads

8 Responses to “Reunião de Pais”


  1. 1 Vasco do Canto Moniz 16 Janeiro 2007 às 11:54 am

    Aos Pais da Fundação D. Pedro IV

    1. Convido-vos para realizarem a vossa reunião nas instalações da Fundação, na sala de reuniões do 2º andar, na Sede, Travessa do Torel, nº1, no dia 19 de Janeiro, pelas 17 horas, como previsto.

    2. Estou disponível para analisar convosco todas as questões que vos preocupam, incluindo, naturalmente, o encerramento das Casas em Agosto.

    3. Está garantido que uma Casa ficará à vossa disposição, nesse mês.

    4. Creio que todos compreenderão que, tal como o nosso País revê a sua organização, para uma maior eficiência geral,também a Fundação iniciou uma reorganização, que apresentou na Segurança Social ontem, dia 15, no que respeita à Infância.
    E iniciou o mesmo na área das Pessoas Idosas, há 6 meses, como é conhecido pelos Serviços.

    5. Pessoalmente, gostaria que pudessemos iniciar, agora que temos este meio da Net, tão dos nossos dias, um diálogo entre os Pais e eu próprio, enquanto presidente do Conselho de Administração, diálogo que será de toda a utilidade para a reforma do funcionamento que é indispensável realisar, diálogo que julgo de cultivar no futuro, já que é imediato, eficaz e cómodo.
    E que permite, a quem tem de assegurar o bom funcionamento dos Estabelecimentos, saber a vossa opinião sobre os mesmos.

    6. É para nós indispensável manter a segurança e o bem-estar das crianças que nos confiam, e continuar o serviço de qualidade que nos é reconhecido. Que este ano se traduziu pela música e pelo inglês. Que aumentaremos, também com sugestões vossas.

    7. Fica à vossa disposição a Sala de Reuniões da Sede da Fundação, para o dia 19, e para reuniões futuras.

    8. E dispôem desde hoje do endereço de SUGESTÕES, que gostaria que pudessem vir a sentir que é eficiente para a melhoria do serviço que vos prestamos:

    sugestoes@fundacaodpedroiv.org

    Com os melhores cumprimentos,

    Vasco do Canto Moniz
    Presidente do Conselho de Administração

  2. 2 Sílvia e Álvaro, pais da Ânia Infantário Santana 16 Janeiro 2007 às 5:31 pm

    Resposta à resposta:

    Sr. Presidente.
    Seja muito bem-vindo ao dialogo…pena é que tenha sido preciso a existência de um “tumulto” no(s) Infantário(s) da Fundação antes de tal acontecer. Lembro-lhe que a primeira reclamação feita no livro de reclamações do Infantário de Santana data de 20 de Dezembro de 2006 e que foi precedida de aviso verbal a V. Exª uma semana antes de que iria ser reduzida a escrito. De qualquer modo, como se costuma dizer, mais vale tarde que nunca.
    Passou um mês de reclamações de todo o tipo realizadas por muitos pais e em que o serviço prestado tem piorado sistematicamente especialmente por causa da redução indiscriminada de pessoal. Se tal como diz, o caso é: “como o nosso País revê a sua organização, para uma maior eficiência geral,também a Fundação iniciou uma reorganização” , não acha que esta “reorganização” deveria ser feita no inicio do ano lectivo, atempadamente comunicada aos pais e com o imprescindível contributo destes.
    V. Exª. é responsável por uma Instituição (sem fins lucrativos, lembro) cuja actividade principal é fornecer serviços a Pessoas e evidentemente não existe qualquer paralelo com uma qualquer empresa que lide com mercadorias ou afins . Não sei qual é a formação do Sr. Engº, mas se se informar com as (excelentes e poucas que restam) educadoras que prestam serviço nessa instituição (ou com educadoras de qualquer infantário do mundo civilizado) saberá que todas as crianças demoram muito tempo a criar laços afectivos (imprescindíveis ao salutar desenvolvimento) e tal é impossível acontecer com a impressionante substituição de profissionais dessa Instituição (pelo menos no que diz respeito ao Infantário de Santana).
    A falta de pessoal do Infantário de Santana é tão gritante que não fosse o empenho e dedicação dos profissionais que cuidam das crianças estou convencido que já teríamos tido oportunidade de lamentar algum incidente grave com alguma delas. Espero que não seja preciso que isso aconteça para que perceba os erros de gestão que tem cometido.
    Portanto e para finalizar, informo-o que pela minha parte a situação chegou uma tal gravidade que não é suficiente a sua generosa participação verbal. É imprescindível a urgente reposição das boas condições que existiam antes da “reorganização” e que foram decisivas para que muitos pais confiassem os seus filhos a essa Instituição.
    Já agora satisfaça-me a curiosidade, a visita de dia 15 da Segurança Social foi para comunicar a “reorganização” em curso na Fundação ou foi uma reunião solicitada pela SS forçada pelas dezenas de reclamações recepcionadas pela mesma??

    Sílvia e Álvaro, pais da Ânia Infantário Santana

  3. 3 Cristina Silva 17 Janeiro 2007 às 2:37 pm

    Olá pais da Ânia
    Como mãe também estou bastante descontente com toda esta situação da fundação e sua reestruturação. Ainda bem que no colégio de Santana não houve nenhum incidente grave com nenhuma criança, o mesmo já não posso dizer de Santa Quitéria, em que a minha sobrinha partiu a clavícula. E partiu porquê? porque pela reestruturação, como o Sr Presidente refere, as auxiliares andavam na limpeza em vez de estarem no lugar delas a ajudar a tomar conta das crianças, pois só as educadoras não chegam, como todos nós pais sabemos as crianças cegam-nos em segundos.
    E agora quem paga as dores que a menina deve ter tido? Desculpas da educadora, da auxiliar da directora, não paga. São elas que dão a cara por uma reestruturação, da qual não tem culpa nenhuma. Reestruturação essa que não dá para entender, ou até dá. Dinheiro ao bolso.
    Espero que saia algo da reunião de 6ª feira.
    Lutamos todas pelo bem estar dos nossos filhos.
    Obrigada
    Cristina Silva, mãe do Gonçalo Infantário Santa Quitéria

  4. 4 Vasco do Canto Moniz 17 Janeiro 2007 às 2:47 pm

    Caros Pais da Ânia

    Agradeço a vossa resposta.

    De uma forma sucinta:

    Recebi sempre os Pais que o solicitaram, e hoje mesmo uma Mãe.
    Nunca houve, nem haverá, redução indescriminada de pessoal. Está a ser efectuada uma reorganização, que cumpre naturalmente as exigências da Segurança Social, que por pequenos ajustamentos levará ao que existe em muitos colégios.
    Não saiu nenhuma educadora da Instituição, desde o início do ano lectivo, nem sairá até ao final do que decorre.
    Vamos brevemente proceder ao reforço do pessoal nas chamadas “horas de ponta”, onde for necessário, sugestão recente de alguns Pais.

    Registo a classificação de excelente para as educadoras, que na Fundação são em número bem superior ao exigido pela Segurança Social.

    Finalmente, satisfaço a vossa curiosidade – a reunião foi por nós solicitada à Segurança Social, para apresentação dos ajustamentos funcionais em curso,e ocorreu na passada 2ª Fª, não tendo daí resultado qualquer alteração .

    E como são os primeiros Pais a colaborar, por esta via, na melhoria de serviços que desejamos, no caso com críticas,que julgo serem excessivas como acima explico,aproveito para vos informar que, porque o encerramento das Casas em Agosto parece não se adaptar à vida de bastantes Famílias, apesar de estarem em clara minoria , considerando a muito fraca frequência das crianças em Agosto,foi hoje decidido, e ser-vos -á hoje comunicado nas Casas, que não encerraremos no mês de Agosto.

    Estou disponível para um diálogo pessoal, se nisso tiverem interesse.

    Com os melhores cumprimentos.

    Vasco do Canto Moniz

  5. 5 Pais da Fundação D.Pedro IV 17 Janeiro 2007 às 7:37 pm

    Carta enviada para o endereço de email da Fundação dedicado a sugestões em 17/1/2007 às 13:46: (‘sugestoes@fundacaodpedroiv.org’)

    Exmo. Sr. Presidente do Conselho de Administração da Fundação D. Pedro IV,

    Agradecemos desde já o sinal de abertura demonstrado mas, em virtude da divulgação já feita, optámos por manter o local agendado para a reunião.

    De qualquer forma não gostaríamos de enjeitar a oportunidade para pedir a autorização de V. Exa. para a afixação de um panfleto no qual se anuncia da reunião em causa, bem como, requerer uma cópia do plano de reorganização em curso.

    Pais da Fundação D.Pedro IV
    Tiago Mota Saraiva
    Márcia Maçãs
    Mariana Avelãs
    Carla Barreto
    Sara Duarte
    Luís Nunes
    Jorge Ferraz
    António Correia Lopes
    Maria do Loreto Maia
    Sandra Müller
    Olímpio Ferreira
    Mariana Pinto dos Santos
    Luisa Neves
    Teresa Cordeiro
    Victor Flores
    Ana Filipa Agostinho
    Paula Monteiro
    Álvaro Pinheiro
    Sílvia Guerra

  6. 6 Pedro Bandos 18 Janeiro 2007 às 2:42 pm

    Caros Pais da Ânia

    Quero desde já dar-vos os parabéns, por terem conseguido envolver todas as pessoas á volta de uma causa que a todos nos afecta, mas que com várias desculpas que vamos criando não tomamos posição.

    Portanto já fizeram com que os pais das crianças obtivessem a primeira das vitorias, a segunda foi conseguirem que a administração da fundação saísse do seu autismo e começasse a descobrir que tem que ter em conta a parte mais interessada no processo de reestruturação da fundação, os Pais!

    Esta reestruturação está a ter em conta somente os factores económicos e não o projecto educativo, por isso, é que começou por uma redução de pessoal, sem ter em conta o impacto que isso poderia ter na relação entre os infantários e os pais das crianças, em virtude da diminuição da qualidade educativa.

    Aquilo que me preocupou nesta situação, foi descobrir de repente que não existe um espaço para os pais poderem trocar informações uns com os outros, algo que devia ser a própria instituição a promover.

    Terminando tenho pena de não poder estar presente na reunião, mas contam desde já com o meu apoio.

    Obrigado por tudo o que têm feito.

  7. 7 Sílvia e Álvaro, pais da Ânia Infantário Santana 22 Janeiro 2007 às 11:43 am

    Sr. Presidente

    A sua evasiva resposta relativa às reduções de pessoal, “forçou-me” a averiguar as alterações verificadas na Infantário de Santana, portanto eis os seguintes factos cronologicamente enumerados:
    1) Agosto de 2006 – Foi despedida uma ajudante de acção educativa (Carina) por se encontrar com contrato a termo certo. Não foi substituída. Consequência: Deixou de haver a figura de “pivot”, que “acudia” onde havia maior necessidade, nomeadamente nos grupos das crianças mais pequenas ou quando faltava funcionária.
    2) Setembro de 2006 – Despediu-se uma ajudante de acção educativa (Sandra Jerónimo). O grupo da sala dos 2 anos esteve um mês sem auxiliar de acção educativa, só com a educadora Zé e ajuda esporádica de ajudante de outra sala. Entretanto foi contratada uma ajudante (Cláudia), que foi despedida 1 mês depois de iniciar as suas funções, sem qualquer motivo, visto tratar-se de uma excelente profissional.
    3) Após o despedimento da Cláudia, transferiram a Ajudante da Pré (Sandra Lima) para a sala dos 2 anos e foi decretado que as salas de jardim-de-infância (3 e 4 anos e pré passariam a compartilhar a mesma ajudante (Ana).
    4) Dezembro 2006 – Foi transferida a profissional responsável pelo berçário (D. Linita) para a Mansão de Marvila, ficando nesta sala apenas duas ajudantes (Cláudia e Fátima)
    5) Entretanto foi despedida uma funcionária da cozinha/limpeza e decretado que passariam a ser ajudantes a fazer a limpeza das respectivas salas no final de cada dia. Esta “solução” implica que depois das 17 Horas se junte as crianças do berçário e sala de 1 ano ficando uma única pessoa responsável por 27 crianças, dando origem a situações de improviso e desespero (que tive a infelicidade de assistir várias vezes) quando mais que uma criança precisa de atenção exclusiva, que como é fácil de prever, acontece facilmente.
    6) Janeiro 2007 – Foi comunicado que uma das ajudantes do berçário (Cláudia) seria transferida para a mansão de Marvila ou caso não aceitasse a transferência, seria despedida por se encontrar em “excesso de pessoal”.
    7) A reestruturação anunciada pela direcção prevê a dispensa de mais funcionárias e a acumulação de funções com a acção directa da parte das Directoras de todas as casas.
    Notas:
    Em dias em que falta uma funcionária (como a semana de 15 a 19 de Janeiro, em que faltou uma educadora) assiste-se ao seguinte quadro:
    2 Pessoas no berçário – 11 bebés
    2 Pessoas na sala de 1 ano – 16 Crianças
    2 Pessoas na sala dos 2 anos – 16 crianças
    1 Pessoa na sala de 3 e 4 anos – 23 crianças
    1 Pessoa na sala da pré – 23 crianças
    Portanto:
    Neste momento existem menos 4 funcionárias em Santana que nos anteriores anos não se tendo verificado diminuição na frequência de crianças. O Sr. Presidente considerou não haver redução indiscriminada de pessoal, mas com todas estas mudanças qual é afinal o critério da “reorganização”? Acha que existe estabilidade suficiente no quadro de pessoal para um Infantário que se preocupe com o mínimo de bem-estar das crianças? Não considera legitimo que os pais se sintam defraudados e se queixem (em tão grande numero) devido a tão acentuada instabilidade e diminuição do quadro de pessoal relativamente a anos anteriores? Mesmo que sejam cumpridos os critérios definidos pela Segurança Social relativos ao quadro de pessoal, (o que duvido) insisto na pergunta: não acha que esta “reorganização” deveria ser feita no inicio do ano lectivo, atempadamente comunicada aos pais e com o imprescindível contributo destes?
    Aguardo ansiosamente o seu comentário aos factos aqui descritos. Se o bom senso prevalecer, as condições existentes em anos anteriores serão repostas tal como já aconteceu com a questão do encerramento dos Infantários em Agosto.

    Para terminar quero agradecer a disponibilidade para me atender pessoalmente, (terei todo prazer nisso e estou certa que não faltarão oportunidades) no entanto considero que é de muito maior utilidade que os seus esclarecimentos e compromissos sejam comunicados publicamente por esta via.
    Com os melhores cumprimentos

    Sílvia e Álvaro, pais da Ânia Infantário de Santana

  8. 8 MIGUEL GOUVEIA 1 Fevereiro 2007 às 9:50 pm

    SOU O PAI DA LAURA MARIANA GOUVEIA DA PRÉ DE SANTA QUITERIA. TENHO EXCELENTES RELAÇÕES TELEFÓNICAS COM A DRA. MANUELA DIRECTORA NOS CONTACTOS DESDE O FUNCHAL. AGRADEÇO A TODOS OS PAIS QUE LUTAM PELO BEM ESTAR DAS CRIANÇAS DA FUNDAÇÃO POIS RECEIO QUE TENHA RAZÃO QUANDO EM SETEMBRO LUTEI PARA QUE A MINHA FILHA FICASSE NO INFANTADO A 5 MINUTOS DE CASA NA BÁSICA DO INFANTADO LOURES ONDE ANDARAM OS MEUS DOIS FILHOS JOÃO E ANDRÉ.A MINHA EX- ESPOSA E SOGROS ATÉ ME APONTARAM UMA ARMA E UMA FACA QUANDO EU PRESSIONEI PARA A MINHA FILHA NÃO ANDAR CINCO HORAS EM TRANSPORTES PÚBLICOS POR DIA, AUTOCARRO E METRO PARA CHEGAR Á ESCOLA. AGORA QUE SEI QUE ATÉ UMA CRIANÇA, SOBRINHA DA DªCRISTINA SILVA MÃE DO GONÇALO,SANTA QUITÉRIA, PARTIU UMA CLAVÍCULA, ESTOU ATERRORIZADO .O ACORDO DE PODER PATERNAL ESTÁ ASSINADO MAS A MINHA EX-MULHER, TECNICA SUPERIOR DE ACÇÃO SOCIAL NÃO O CUMPRE PELO QUE ENQUANTO O TRIBUNAL NADA DECIDIR VOU REZAR QUE NADA ACONTEÇA Á MINHA FILHA LAURA!! A TODOS OS PAIS DAS CRIANÇAS DA FUNDAÇÃO UM BEM HAJA E FAÇO VOTOS QUE TUDO SE RESOLVA EM FAVOR DOS INOCENTES!!
    MIGUEL GOUVEIA FUNCHAL 962360214


Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s




Divulgação Cultural

Blog Stats

  • 208,360 hits

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

%d bloggers like this: