Assembleia de Pais e reunião com o Ministro do Trabalho e da Solidariedade Social

A Assembleia de dia 14 de Fevereiro, que contou com a presença de mais de cem pais dos sete estabelecimentos de infância da Fundação D. Pedro IV, depois de escutados inúmeros testemunhos de situações muito preocupantes em todas as casas, deliberou por unanimidade que só a destituição dos corpos gerentes da Fundação D. Pedro IV poderá dar garantias de retorno à estabilidade e ao funcionamento harmonioso das creches e jardins de infância geridos por esta instituição.
Nesta Assembleia foram ainda aprovados os estatutos da futura Associação de Pais, tendo ficado deliberado que o texto proposto pelo Presidente do Conselho de Administração não seria neles incluído. Foi também eleita por unanimidade uma Comissão Instaladora constituída por 19 membros de todas as casas, dos quais cinco estiveram presentes na reunião com o Ministro do Trabalho e da Solidariedade Social, que teve lugar ontem às 18h.
Na reunião com o ministro fez-se o ponto da situação que se vive nos estabelecimentos de infância da Fundação, tendo sido entregue uma compilação de toda a informação e testemunhos que até agora nos chegaram. Reforçou-se, junto do ministro, a grande confiança que os pais têm nos funcionários destes estabelecimentos e a grande pressão a que estão sujeitos, por estarem, na generalidade dos casos, a exercer as suas funções sem as condições mínimas exigíveis. Foi ainda referido que os problemas de gestão da Fundação parecem ser generalizados, não se cingindo à área da infância. Os pais expressaram ainda a enorme preocupação e as dúvidas que todos os dados reunidos até hoje suscitam quanto à capacidade e idoneidade deste Conselho de Administração para estar à frente de uma instituição de utilidade pública, com fins sociais e com o estatuto de IPSS. Foi, por isso, comunicada ao ministro a deliberação final da Assembleia de Pais, que pedia a destituição dos corpos gerentes.
O sr. ministro mostrou-se muito preocupado com a situação nos estabelecimentos de infância da Fundação D. Pedro IV, que tem acompanhado com atenção, e comunicou que estavam já em curso medidas no sentido de a solucionar.

2 Responses to “Assembleia de Pais e reunião com o Ministro do Trabalho e da Solidariedade Social”


  1. 1 Silvia Campos 16 Fevereiro 2007 às 11:36 pm

    BOA NOITE! SOU MAE DE UMA ALUNA QUE SE ENCONTRA NO ESTABELECIMENTO DE ARROIOS. QUNADO EM SETEMBRO DE 2006 REALIZEI A INSCRIÇÃO NO COLÉGIO PARACEU-ME SER UM COLÉGIO COM BOAS CONDIÇÕES A EDUCADORA ” AQUANDO A APRESENTAÇÃO PARECEU-ME SER UMA PESSOA COM MUITA EXPERIÊNCIA NO RAMO. OS PROBLEMAS COMEÇARAM QUANDO APÓS ALGUM TEMPO DA MINHA FILHA ESTAR NO COLÉGIO QUESTIONEI-ME DO SEGUINTE: O HORÁRIO DO COLÉGIO É DAS 9H ÀS 17:30H O RESTANTE SÃO EXTRAS MAS O TEMPO UTIL EM QUE A MINHA FILHA TEM EDUCADORA MAIS AUXILIAR É MENOR ISTO PORQUE A AUXILIAR ENTRA ÀS 8 PARA ABRIR O COLÉGIO ENCONTRA-SE A RECEBER AS CRIANÇAS ATE ÀS 10H E SAÍ ÀS 16h A EDUCADORA ENTRA ÀS 9H E SAÍ ÀS 17H LOGO O TEMPO UTIL COM A SALA É ESCASSO, JÁ PARA NÃO FALAR QUE AS ACTIVIDADES COMEÇAM ÀS 9H E ACABAM ÀS 12H APARTIR DAÍ AS CRIANÇAS DORMEM, ACORDAM LANCHAM E SÃO JOGADAS DENTRO DE UMA SALA COM MAIS UNS QUANTOS DE IDADES DIFERENTES NÃO HAVENDO QUALQUER TIPO DE ENTERTENIMENTO OU DISTRAÇÃO ELAS BRINCAM TODAS JUNTAS (TUDO AO MOLHO E FÉ EM DEUS) BOM SEMPRE VÃO ANDANDO DE SALA EM SALA PARA QUE A AUXILIAR DE EDUCAÇÃO OU DEVEREI CHAMA-LA DE SRA DA LIMPEZA POSSA LIMPAR A SALA PARA O DIA A SEGUIR. CRIANÇAS COM MENOS DE 3 ANOS VÃO À CASA DE BANHO SOZINHAS…. O RABINHO NÃO É LIMPO POIS A AUXULIAR TEM A CARGO MAIS UNS QUANTOS ENTRE ELES BEBES DE COLO E NÃO PODE DEIXÁ-LOS SOZINHOS PARA IR LIMPAR O RABINHO AOS NOSSOS FILHOS. ALGUMAS VEZES QUANDO FUI BUSCAR A MINHA FILHA AJUDEI CRIANÇAS QUE ESTAVAM SOZINHAS NA CASA DE BANHO E NÃO CONSEGUIAM BAIXAR AS CALÇAS OS COLLANS E AS CUECAS.A “DESGRAÇADA” DA AUXILIAR AGRADEÇE POIS COM TANTAS CRIANÇAS E SOZINHAS, POIS AS COLEGAS QUE ESTÃO EM HORÁRIO LABORAL ESTÃO NA LIMPEZA DAS SALAS, NÃO DANDO AJUDA À COLEGA QUE ESTÁ SOZINHA COM AQUELAS CRIANÇAS. A AGRAVAR TUDO ISTO É A ABERRAÇÃO DE MENSALIDADE A QUE OS PAIS ESTÃO SUJEITOS 311€ NUMA IPSS E AFINAL É ESTE ESCANDALO DE FALTA DE RECURSOS….

  2. 2 Alexandra 22 Fevereiro 2007 às 10:38 am

    Bom Dia,
    Sou mãe de uma criança que frequenta a fundação e tudo aquilo que a srª Silvia Campos relata é pura verdade. A questão das crianças sózinhas nas casas de banho é uma constante e tenho muitas vezes também ajudado muitas delas. São crianças muito pequenas para irem para a casa de banho sózinhas.É necessário mais pessoal para que as crianças sejam acompanhadas devidamente e com condições de segurança e higiene.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




Divulgação Cultural

Blog Stats

  • 228,833 hits

%d bloggers like this: