Governo congela preço dos passes sociais e aumenta abono de família

Jornal de Notícias 22 de Maio – Ana Paula Correia

José Sócrates foi ontem ao Parlamento anunciar quatro medidas de estímulo à Economia e duas de carácter social. A intenção anunciada é a de diminuir o impacte da crise internacional.

Assim, o primeiro-ministro prometeu para o próximo semestre o aumento de 25% do abono de família para o primeiro e segundos escalões, nos quais se incluem as famílias de menores rendimentos e o congelamento, até ao final do ano, do preço do passes sociais.
(…)
Todo o discurso de Sócrates para justificar estes anúncio focalizou-se na necessidade de transmitir confiança aos portugueses.
“Quero reafirmar que vamos manter a linha de rumo que temos seguido, no sentido de equilibrar as contas públicas e garantir a aplicação de uma política social de atenção aos mais desfavorecidos”. Nesta linha de argumentação, Sócrates exaltou o que considerou ser “o maior aumento de que há memória do abono de família”.
(…)
Jerónimo de Sousa, líder do PCP, alertou para o facto de fora de Lisboa e Porto não haver passes sociais e nada estar previsto para evitar os aumentos dos preços dos transportes. Sócrates nada respondeu.
(…)

Correio da Manhã 21 Maio 2008

José Sócrates anunciou esta quarta-feira, no Parlamento, o congelamento até ao fim do ano dos passes sociais nos transportes públicos e o aumento em 25 por cento dos abonos de família para os agregados familiares com rendimentos mais baixos. O primeiro-ministro garantiu ainda que, a curto prazo, o Governo irá pagar 600 milhões de euros de dívidas a empresas.

“O Governo decidiu congelar até ao final do ano o preço dos passes sociais para a utilização dos transportes públicos”, afirmou Sócrates, na abertura do debate quinzenal, frisando que a decisão irá beneficiar “especialmente as pessoas com menores rendimentos”. De acordo com o primeiro-ministro, esta medida “destina-se também a favorecer genericamente a utilização dos transportes públicos”.

Quanto ao aumento dos abonos de família, Sócrates revelou que a medida deverá abranger “cerca de 900 mil beneficiários a partir do segundo semestre deste ano”. As famílias que terão maiores apoios serão as do primeiro e segundo escalões, aquelas que apresentam menores rendimentos.

A medida governamental implica uma despesa anual de 120 milhões de euros. “Este é o maior aumento do abono de família de que há memória”, salientou. As famílias do primeiro escalão vão passar a receber 169,9 euros, em vez dos actuais 135,4 euros, enquanto os agregados do segundo escalão, passarão a receber 140 euros, mais 18 do que recebem actualmente.

(…)

Anúncios

2 Responses to “Governo congela preço dos passes sociais e aumenta abono de família”


  1. 1 José Dias 23 Maio 2008 às 6:32 pm

    Faz parte da pré-campanha eleitoral!…

  2. 2 PiterMcfersonz 30 Junho 2011 às 8:06 am

    Let’s be honest: no person like when things like this materialize to them. So, I must share this fairly upstanding experience


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




Divulgação Cultural

Blog Stats

  • 232,653 hits

%d bloggers like this: