A partilha de doenças entre os mais pequenos

Diário de Notícias 07.09.2008 – ANA BELA FERREIRA

Infantários. Para muitas crianças, a entrada no infantário significa a primeira experiência com o mundo real. Especialistas defendem brincadeiras ao ar livre para criar mais defesas. A vacinação é outra forma de evitar contágios infantis
Também é bom que as crianças vão adoecendo para ganhar defesas

Os infantários representam o primeiro contacto das crianças com outras crianças, que aqui ficam enquanto os pais trabalham. Mas se o crescimento com outras crianças é aconselhável, a partilha entre elas também pode ser um foco de doenças. Para João Calheiros Lobo, ex-presidente da Sociedade Portuguesa de Pediatria, “os infantários são, hoje em dia, um mal necessário”. A maioria das crianças entra pela primeira vez para a creche por volta dos três anos de idade, mas existem também muitos que chegam antes de completar um ano de vida, tornando-os mais vulneráveis aos contágios.

Nesta altura do ano, milhares de crianças enfrentam pela primeira vez o drama da separação dos pais. Além desta ruptura, há outro fantasma que preocupa os pais: os vírus que os seus filhos podem apanhar. De forma a evitar estas doenças mais comuns, “as crianças devem levar as vacinas obrigatórias e também as que são mais aconselháveis, como as da hepatite A, varicela e gripe”, sugere João Calheiros Lobo. “A vacinação é o primeiro passo para evitar os contágios mais frequentes”, explica.
Após esta prevenção, “as crianças devem sujeitar-se ao convívio”, refere o pediatra. A partilha de brinquedos e o contacto durante as brincadeiras podem desencadear o contágio de algumas das doenças mais frequentes. De facto, “viroses, bronquiolites, gastroentrites e a varicela afectam mais as crianças que estão em contacto directo com outras crianças” explica a pediatra Guiomar Oliveira.

A solução em caso de má disposição é deixar a criança em casa ou levá-la ao médico. “Se há conhecimento de virose ou febre, os pais devem levar a criança ao médico e mantê-la em casa para evitar o contágio”, aconselha Sónia Alagoa, educadora de infância há 14 anos. Já Maria do Canto Moniz, educadora de infância e psicóloga, tem dúvidas que os infantários sejam os espaços privilegiados de contágio. “Às vezes as crianças andam constipadas e os pais também estão, por isso, não acredito que seja só o colégio”, esclarece.

Quanto às viroses “nem sempre se pode prever quando aparecem, por vezes as crianças estão bem de manhã e depois é que ficam doentes. Mas, se os pais percebem que a criança não está bem não a devem levar à escola”, aconselha Maria do Canto Moniz, que há 40 anos é educadora de infância.

A exposição dos filhos às doenças são sem dúvida uma das grandes preocupações dos pais, mas os especialistas não esquecem que também é importante que as crianças estejam em contacto com os outros e que adoeçam. “Embora ninguém goste, também é necessário que as crianças vão adoecendo, porque ganham defesas mais rapidamente”, sublinha João Calheiros Lobo. As doenças que os mais novos enfrentam devem ser encaradas “como provas de vida que são superadas”, acrescenta Maria do Canto Moniz.

Hoje em dia as crianças são demasiado protegidas do mundo exterior. Por isso, Sónia Alagoa apela: “Era bom que os pais deixassem os filhos brincar no jardim, com terra, que os deixassem sujar-se e molhar os pés”. Na maioria dos casos as crianças só têm estas experiências quando vão para o infantário e é por isso “que estão sempre doentes”, conclui.

Diário Notícias – 07.09.2008

Anúncios

1 Response to “A partilha de doenças entre os mais pequenos”


  1. 1 martacosta 13 Outubro 2008 às 1:12 pm

    «Nada é permanente neste mundo cruel. Nem mesmo os nossos problemas.»

    Visite e participe no fórum «Cais112» onde pode falar de tudo que esteja relacionado com saúde, desemprego, sociedade, desabafos, etc.

    Para que possa encontrar ajuda e ajudar o próximo com as sua experiências.

    Visite-nos e faça do «Cais112» um cais de interajuda para quem mais precisa!

    http://www.cais112.com


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




Divulgação Cultural

Blog Stats

  • 232,653 hits

%d bloggers like this: